2014

O Brasil é um dos países com maior incidência de raios, que muitas vezes podem causar danos materiais e até fazer vítimas. Devido a isso é de extrema importância ter um equipamento correto e adequado, para garantir a segurança das edificações e dos moradores

Compartilhe nas redes sociais:

O Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas, ou pararraios como geralmente é mais conhecido, tem como finalidade direcionar a energia do raio, desde o ponto que ele atinge a edificação até o aterramento, de forma rápida e mais segura possível. Existem dois tipos raios, os ascendentes e os descendentes e a depender das regiões, algumas têm mais propensão para um tipo ou outro, isso depende de inúmeros fatores naturais como: temperatura, pressão, vento e entre outros.

Existem diferentes tipos de pararraios. Os mais utilizados no Brasil são o de Franklin e de Melsens, também conhecido como Gaiola de Faraday. Além deles há o modelo radioativo, que tem seu uso proibido no país devido à radioatividade que emite.

Pararraios de Franklin

É o modelo mais utilizado, composto por uma haste metálica onde ficam os captadores e um cabo de condução que vai até o solo e a energia da descarga elétrica é dissipada por meio do aterramento. As chances de o raio ser atraído por esse tipo de
equipamento são de 90%.

Pararraios de Melsens

Com a mesma finalidade do pararraios de Franklin, o pararraios de Melsens adota o princípio da

Gaiola de Faraday

O edifício é envolvido por uma armadura metálica, daí a nomenclatura “gaiola”. Sua conexão com o solo, a qual à energia dos raios é dissipada pelas hastes de aterramento, é feita por um cabo de descida. Esse cabo pode ser projetado usando a própria estrutura do edifício.
A norma que regulamenta os sistemas de proteção contra descargas atmosféricas é a NBR 5419/2005 DA ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). O seu uso é obrigatório e de acordo com o código de defesa do consumidor (lei federal), na seção IV, no artigo 39, inciso 8; todo o serviço ou fornecimento de material deverá atender ás exigências das normas da ABNT. A norma NR10, norma regulamentadora do ministério do trabalho, exige que todas as edificações possuam pararraios.

Pararraios é um assunto sério e de extrema importância, portanto qualquer tipo de instalação é necessário um projeto adequado realizado por engenheiros e ou empresas especializadas, devidamente credenciadas.