2015

Objetivo será conscientizar síndicos da responsabilidade em acidentes de trabalho em obras de pinturas e reparos

Compartilhe nas redes sociais:

Administradoras têm 30 dias para fornecer dados sobre condomínios de Caxias do Sul Flávio Wornicov Portela/Divulgação

Reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira | Foto: Flávio Wornicov Portela / Divulgação

 

Uma audiência pública no Ministério Público do Trabalho (MPT) reuniu, na tarde desta segunda-feira, sete grandes administradoras de condomínios de Caxias do Sul. Foi dado prazo de 30 dias para as empresas entregarem cadastro dos condomínios administrados e seus respectivos síndicos, com endereços e telefones.


Estima-se que existam mais de três mil condomínios no município. Todos serão convocados para uma grande audiência pública até o final do ano. O objetivo será conscientizar síndicos da responsabilidade no caso de acidentes de trabalho em obras de pinturas e reparos, além da necessidade de efetuarem contratações criteriosas dos prestadores de serviços.


A iniciativa é parte do projeto do MPT em Caxias do Sul voltado à prevenção de acidentes no setor da construção civil. 

— É bem comum acontecer acidentes de trabalho em obras em condomínios, tendo em vista a precariedade das condições de trabalho e a ausência de qualquer preocupação com a regularidade dos contratados e com a segurança do trabalho — afirma o auditor-fiscal do Trabalho, Vanius João de Araújo Corte.